Como você vê o seu corpo?

Quando você se olha no espelho, será que a imagem que vê é real? Muitas vezes não sabemos, mas podemos nos ver com defeitos que não são verdadeiros ou até mesmo com uma imagem distorcida de nós mesmos. O controle e o entendimento das emoções que nos levam aos problemas com o peso é um dos pilares do Programa Fit your Mind e é fundamental entender alguns sentimentos que nos trazem angústia e infelicidade para que o processo de emagrecimento seja uma jornada de autoconhecimento e alegrias.

A autoaceitação é fundamental para levar uma vida feliz, com a autoestima em alta e sem neuras. Por mais que muitas vezes emagrecer ou mudar o corpo seja uma questão de saúde, o padrão de beleza imposto pela sociedade e a mídia é surreal e não pode ser um parâmetro de corpo ideal. A insatisfação com a própria imagem pode tomar uma proporção que, às vezes, sai de controle e se torna uma patologia. Isso pode levar a doenças graves como bulimia, anorexia e depressão.

O que é dismorfia corporal?

Mais comum do que se imagina, a dismorfia é caracterizada por uma insatisfação com a imagem corporal. Por não corresponder aos padrões de beleza impostos muitas pessoas desenvolvem esse transtorno. Pequenas características fora do padrão, como o quadril largo, baixa estatura ou estar um pouco acima do peso já são suficientes para passar por sacrifícios em nome da beleza, muitas vezes comprometendo a saúde.

O Transtorno Dismórfico Corporal é complexo de diagnosticar, pois pode vir com sintomas de transtornos alimentares ou não, além de ser considerado um problema psiquiátrico.  A pessoa que tem a condição sofre com imperfeições mínimas ou até defeitos imaginários, o que interfere no seu dia a dia. Isso leva a pensamentos obsessivos e compulsivos associados aos negativos e repetitivos. O ideal é observar sintomas como o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), dificuldade de falar sobre assuntos relacionados ao corpo e comportamentos sociais, onde a pessoa se esconde atrás de roupas, geralmente maiores ou de cores escuras e evita a vida social, como as festas, reuniões de família e encontros amorosos.

Se você sente algo semelhante ao que falamos neste texto, o primeiro passo é entender que o seu corpo precisa ser respeitado e amado. A sua saúde sempre deve ser prioridade e não os padrões de beleza. Leve em conta questões como o seu biotipo, genética e as limitações que a rotina impõe, cuidando de você no seu tempo, com atividades prazerosas e uma alimentação adequada. Caso emagrecer seja necessário, deve ser um processo leve e transformador para o bem, sem restrições e sofrimento. Ser feliz é a melhor forma de ter saúde.

Caso entenda que é necessário, procure uma ajuda profissional para diagnosticar e tratar esse problema. Conte comigo também para ajudar você a ser mais feliz com o próprio corpo. Juntos somos mais fortes!

Conheça o programa de coaching para emagrecimento, Fit your Mind, baixe o e-book gratuitamente no site: http://fityourmind.com.br/#ebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *